Notícias


Igor Montenegro motiva associados com palestra sobre “empreendedorismo que transforma”

O diretor Administrativo e Financeiro do Sebrae Goiás, Igor Montenegro, encerrou o ciclo de palestras no primeiro dia do 7º Congresso das Associações Comerciais e Industriais do Estado de Goiás, evento da Facieg que acontece no Hotel di Roma Exclusive, em Caldas Novas. Ele abordou o tema “Empreendedorismo que Transforma”. Ao final, conversou com a Comunicação da Facieg.

 

O que é o empreendedorismo que transforma?

É o empreendedor que trabalha com criatividade, com inovação, que não se abate com as crises. É o empreendedor que sabe observar seus funcionários, estimulá-los com ideias para seu negócio. É o empreendedor que cria condições para melhorar o atendimento ao cliente, que está atento a isso, que está preocupado com os seus produtos, com o seu serviço. É um empreendedor que está atento ao seu negócio o tempo inteiro, que não sai de perto do seu negócio, mas que também sabe cuidar de si mesmo e de cuidar das pessoas que gosta e que ama.

 

O senhor apresentou na palestra vários casos de sucesso no mundo todo. O quanto isso é inspirador no dia a dia dos empreendedores?

O sucesso é uma expressão de muitos fracassos que vieram antes. Então é muito importante a gente entender o contexto em que os sucessos aconteceram. Porque antes de atingir o sucesso, o empreendedor teve vários insucessos antes, e aprendeu com isso construir algo. Então é muito importante não perder o ânimo nos momentos mais difíceis do próprio negócio ou mesmo da economia, quando ela está em crise. O empreendedor que transforma é aquele que não se abate mesmo frente às dificuldades que acontecem no seu negócio ou na economia.

 

Qual a importância de um congresso como esse?

A Facieg tem feito um trabalho excepcional de capilarização do associativismo no interior do nosso Estado, de fortalecimento disso e, principalmente, levando produtos e serviços para essas entidades e empresas associadas. Então a federação tem feito um trabalho de defesa institucional dos interesses do comércio, indústria e setor de serviços. É uma entidade que tem sido liderada com muita capacidade, competência e inteligência pelo presidente Ubiratan. Com isso, os presidentes das associações estão cada vez mais fortes, mais motivados e trabalhando cada vez mais para os interesses do setor produtivo, que ganha muito com a força da Facieg no nosso Estado. Eu penso que a Facieg talvez esteja no melhor momento da sua história. Penso também que apesar do Brasil estar saindo de uma crise econômica, as associações comerciais e industriais do nosso Estado estão passando pelo seu melhor momento, podendo ajudar as empresas dos seus municípios. De forma que um evento como esse, que reúne as principais lideranças do associativismo comercial e industrial e de serviços, é um momento ímpar de compartilhar experiências, de olhar para o futuro – porque aqui será planejado o futuro das entidades através de um planejamento estratégico, uma parceria do Sebrae com a Facieg. Estamos felizes de fazer parte dessa história de tanto sucesso.

 Texto:Marcos Vieira

Fotos: Sílvio Simões